Archive for janeiro \31\UTC 2011

Um cartão de visitas que vira um aviãozinho

31/01/2011

Uma empresa especializada na fabricação de aeromodelos, a Norburn Model Aircraft Supply, queria um cartão de visitas diferenciado que comunicasse de forma objetiva e criativa o seu trabalho.

Foi com esse briefing que a agência canadense Rethink desenvolveu esse cartão de visitas que vira um aviãozinho. É só destacar as partes e montar. Veja o vídeo para entender melhor:

Via.

SigaSeuTime | Temperatura das torcidas no Twitter

31/01/2011

O SigaSeuTime distribui conteúdo sobre os clubes de futebol brasileiros em diversas plataformas, e, como vocês devem imaginar, a principal delas se tornou o Twitter. Hoje o canal conta com cerca de 500 mil usuários.

No Twitter funciona mais ou menos assim: você segue o @SigaCorinthians, por exemplo, e recebe as principais notícias, resultados e até narração em tempo real dos jogos.

Agora eles ficaram mais famosos pelo seu último lançamento: o Tuitômetro. Essa ferramenta pretende medir a temperatura das torcidas no Twitter, mostrando quais são os clubes mais comentados, com base na quantidade de tweets por minuto, tweets por pessoa e total por dia.

Vale a pena notar que tudo muda quando está rolando algum jogo, o que não é o caso do printscreen acima!

Via.

Sponsored Stories | Novo tipo de propaganda no Facebook

28/01/2011

O Facebook anunciou nessa semana seu novo formato de publicidade, o Sponsored Stories, que, resumidamente, significa que qualquer atividade sua no Facebook pode virar propaganda.

Agora as marcas podem aproveitar as menções que você faz a ela, seus checkins e itens que deu ‘like’, exibindo a propaganda no mural de seus amigos como uma aprovação sua.

O único problema é que não é possível optar para não fazer parte das Sponsored Stories. No máximo você pode clicar no ‘x‘ para fechar a mensagem.

Funciona mais ou menos assim: você curtiu a página da Coca-Cola no Facebook, por exempo. A marca pode então exibir isso para seus amigos como: “Fulano de tal curte a Coca-Cola”, mais mais alguma mensagem promocional logo abaixo.

A própria Coca-Cola é uma das marcas que já está nessa fase inicial do formato, junto com Anheuser Busch e Playfish, mais ONGs como Malaria No More, Anistia Internacional, Women for Women, Autism Speaks, (RED), Alzheimer’s Association e UNICEF.

Uma questão importante levantada pelo RWW, é o que acontece quando você ou um amigo faz checkin em algum lugar, por exemplo, e fala mal da experiência? A marca vai ‘patrocinar’ isso – já que todo o processo deve acontecer automaticamente – ou existirá moderação?

Ao início disso tudo teremos que tomar mais cuidado para que nossa vida digital não seja transformada em publicidade.

E lembrando do filme ‘A Rede Social’, fiquei pensando… para um cara que não queria publicidade na sua rede, o Facebook está ficando atolado de mensagens patrocinadas, né? Até quando será que isso vai durar?

Veja o vídeo explicativo desse novo tipo de propaganda:

Via.

E se… “Up” tivesse sido produzido na década de 60?

27/01/2011

Será que "Up" foi feito nos anos 60?!

Sim, existem muitas pessoas criativas que tem muito tempo livre e criam coisas bem interessantes… como premakes.

Um premake consiste em criar um trailer ou cena de algum filme recente através de imagens de produções do passado.

O usuário whoisevan é responsável por diversos premakes no Youtube, e um deles é “Up”, tão bem feito e editado que parece mesmo que a própria Disney produziu esse filme na década de 60.

Confira como ficou:

Via.

Facebook | Teste de compra coletiva

27/01/2011

Usando o dinheiro virtual do Facebook, os consumidores poderão comprar produtos adquiridos por amigos com desconto.

Para entrar na onda dos sites de compras coletivas, o Facebook criou o “Buy With Friends”, seu próprio modelo de compra coletiva, no qual o usuário consegue descontos ao adquirir algo que viu no perfil de um amigo. Por enquanto o serviço está disponível somente para compras virtuais.

Funciona mais ou menos assim: o usuário compra alguma coisa com a moeda da rede social, o Facebook Credit, e pode escolher pra compra aparecer na sua newsfeed (onde ficam todas as atualizações). Se um amigo ver aquilo e se interessar pelo produto, pode fazer a compra a partir da própria página de atualizações e ainda ganha desconto por isso.

Por enquanto o recurso só tá disponível para aquisições ligadas aos jogos do Facebook, e são os desenvolvedores que determinam as condições e os itens que terão desconto. Mas o serviço abre uma porta para a rede se expandir até atingir o patamar do Groupon e também concorrer com o Google em mais uma área, já que o gigante de buscas pode estar prestes a lançar o Google Offers.

A chefe de comércio e produtos de marketing do Facebook, Deb Liu, afirmou, durante a Inside Social Apps Conference, que durante o período de testes, mais da metade dos usuários impactados pela novidade escolheram compartilhar as compras com os amigos na rede social.

Via.

Kibon | Fala cabeção!

27/01/2011

A Kibon agora vai dar o que falar! Ou melhor.. vai falar o que vai dar!

A partir do dia 31 de janeiro começa a promoção “Fala, cabelão!”, na qual 500 picolés falantes da linha Fruttare Caseiro estarão escondidos em freezers em todo o Brasil, e quem achar será premiado com R$200,00 em vale-compras da Kibon.

A promoção vai até o dia 2 de abril e será válida para os três sabores da linha – pêssego, morango e banana.

Para acompanhar a ação, a Kibon também fez um joguinho super legal, o “Pega cabeção”, onde você tem que pegar o maior número de cabeças de pêssego em 3 minutos!

O Comunicadores recebeu um kit com o Picolé Fruttare Caseiro falante e postou um vídeo para vocês verem como é. Veja só:

Bud Light | 3D não é tão fácil assim

26/01/2011

A Bud Light vem se preparando para a temporada de comerciais do Super Bowl, e dessa vez a marca mostra que gostaria de seguir as novas tendências de comerciais 3D, mas para eles não é tão fácil assim. Veja o motivo:

Via.

LG | My wife smashed my TV

26/01/2011

Que mulher aqui nunca se irritou de seu marido ou namorado ficar hipnotizado em frente a TV e não escutar nada além do que é falado na telinha?

Foi pensando nisso que a LG decidiu criar uma campanha para que as mulheres pudessem fazer o que sempre sonharam: destruir o querido televisor do marido!

A ação, feita em Israel, começou com uma comunidade no Facebook que teve a ideia de reunir todas mulheres com esse problema. A LG então selecionou algumas mulheres para entrevistas, onde 5 finalistas foram escolhidas para participar de uma pegadinha com seus maridos.

Com câmeras escondidas em suas casas, as mulheres foram convidadas a simplesmente destruir a TV enquanto seus maridos as assistiam. Claro que a LG não queria causar divorcio imediato, então logo em seguida, os caras recebiam em mãos uma nova TV da LG de 42 polegadas.

Confira o resultado disso tudo:

Via.

Volkswagen Golf | Enjoy the Silence

26/01/2011

Viralzinhos são sempre legais, né?

Esse daqui acontece na Cidade do Cabo, África do Sul.

Foi uma ação da Volkswagen para promover o novo Golf, que segue o conceito “Enjoy the Silence”, por ser o carro mais silencioso de sua categoria.

Via.

O futuro dos Tablets

24/01/2011

Nesta última sexta-feira teve palestra do Terence Reis, diretor de operações da agência pontomobi, no Campus Party, onde ele falou de um assunto muito interessante: o futuro dos Tablets.

Segundo ele, nos próximos anos, os tablets receberão parte bastante significativa das atenções e investimentos de quem lida com tecnologia digital. Ele ainda destacou a grande predominância desse gênero de equipamentos entre os lançamentos exibidos na recente edição da feira de gadgets Consumer Electronics Show, e a venda de 17 milhões de unidades desses equipamentos em menos de um ano de existência de sua categoria, inaugurada com o lançamento, em meados abril último, do iPad (responsável, aliás, por 15 milhões do total de unidades comercializadas).

Esse número já conferiu aos tablets cerca de 5% do mercado de computadores pessoais. E há a perspectiva – talvez até conservadora -, de venda de 82 milhões desses equipamentos em 2012. Simultaneamente, devem perder espaço os notebooks, substituídos em escala crescente por essa nova categoria.

Reis lembrou porém que, embora possa revolucionar as modalidades habituais de acesso à web e relacionamento com os computadores pessoais, o iPad é também uma evolução de iniciativas anteriores, como o Palm e outros equipamentos móveis. Mas o timing favoreceu o desempenho mercadológico do novo produto da Apple, lançado quando o iPhone já habituara os consumidores a modalidades diferenciadas de interação e acesso aos conteúdos digitais, como os comandos por toques e os aplicativos.

No futuro, ele crê, os tablets estarão em toda a parte, e constituirão ferramentas de interatividade digital customizadas para as necessidades e interesses de seus usuários. Não serão porém, ao contrário da crença hoje existente em muitas editoras, a tábua de salvação de jornais e revistas: “Não não sei se mais consumidores irão querer pagar pelo conteúdo desses meios em tablets”, ponderou Reis. “A questão não é de meio, e sim de conteúdo. E jornais e revistas precisarão disputar os recursos com as próprias assinaturas e os conteúdos dos tablets”, acrescentou.

Como prova disso, temos mais um tablet vindo por aí: é o tablet Xoom, da Motorola. A possível data de lançamento é dia 17 de fevereiro nos EUA.

Via.