Posts Tagged ‘3D’

Hot Wheels | Corrida em 3D

14/03/2011

Foi apresentado pela Muse Amsterdam uma incrível projeção em 3D sobre um prédio em Sydney para mostrar uma corrida que surpreende qualquer um, e consegue te prender a atenção por mais de 3 minutos.

Tudo bem que projeções em fachadas não são novidades, mas essa corrida da Hot Wheels projetada em 3D abusando dos recursos é bem diferente daquelas projeções normais que a gente vê por aí.

Assista e divirta-se:

Bud Light | 3D não é tão fácil assim

26/01/2011

A Bud Light vem se preparando para a temporada de comerciais do Super Bowl, e dessa vez a marca mostra que gostaria de seguir as novas tendências de comerciais 3D, mas para eles não é tão fácil assim. Veja o motivo:

Via.

Sony | Intervenção no Youtube

07/01/2011

Parece que virou modinha essa história de intervenção no Youtube, né?

Agora quem chega para fazer isso é a Sony Brasil, que promove uma incrível perseguição aérea para divulgar a TV Bravia 3D.

O filme mostra uma disputa entre helicópteros que invadem e destroem toda a página, demonstrando o potencial que a TV possui, e, claro, extrapolando as possibilidades oferecidas pelos vídeos convencionais do site!

Para ver o vídeo, clique aqui.

A criação é da agência Dentsu.

Via Comunicadores.

Toshiba | Primeiro anúncio 3D stop-motion

04/01/2011

A nova campanha da Toshiba se autodenomina como “The World’s First 3D Advert”, onde mostra para os consumidores o mundo mágico dos origamis. Para esta campanha, a Toshiba e a Grey Düsseldorf criaram o primeiro projeto, separados em dois clippings diferentes, em stop-motion capturado com tecnologia 3D e sem recurso de animação por computador.

Através da analogia “Grandes ideias começam numa folha em branco”, as figuras de papel – que ganham vida graças à tecnologia slow-motion – mostram como os mais inovadores equipamentos da Toshiba evoluem a partir de uma simples folha em branco. No final do vídeo, as belíssimas esculturas origami integram-se num cenário que evolui para revelar o produto real.

Você ainda pode fazer uma expedição virtual às inovações no site da Toshiba. Materiais adicionais relacionados com a campanha também são disponibilizados no “LABhub”, assim como fatos e histórias sobre as mais relevantes atividades de pesquisa e desenvolvimento da marca.

A produção é da Bakery Films e direção de Hauke Hilberg.

Toshiba Satellite R630

Toshiba WL 768 Series

Para acreditar em tudo, veja o making of:

Vi na Ypsilon2.

Chilli Beans | Primeira vending machine de óculos escuros

03/12/2010

A Chilli Beans, instalou nesta semana a primeira vending machine para óculos escuros do mundo em um lugar público de São Paulo. Carregada com 40 opções de óculos diferentes, ao preço médio de R$ 138, a máquina foi instalada inicialmente por 31 dias, a partir de 1º de dezembro, no Terminal D do Aeroporto Internacional de Guarulhos/Cumbica, na Grande São Paulo.

Equipada com uma câmera e um monitor, a máquina utiliza a inovadora tecnologia da realidade aumentada para projetar os óculos escolhidos em 3D, em tempo real, no rosto do cliente. Isso permite que a pessoa “experimente” como eles ficam, mesmo sem ter os óculos, fisicamente, nas mãos.

Desenvolvidas em parceria com a Pixel Labs, as Vending Machines da Chilli Beans são únicas no mundo. O sistema se assemelha às máquinas de venda automática de refrigerantes. Os óculos ficam à mostra, em um display. Depois de utilizar a realidade aumentada para testar o modelo escolhido, o consumidor efetuará a compra com seu cartão de crédito ou débito. Logo em seguida, o produto é dispensado em uma bandeja ao alcance do cliente.

– UPDATE –

Entenda como é:

Dica da Priscila.

Enrolados

25/11/2010

A Disney escolheu como 50º desenho animado de sua história, o filme “Enrolados“, que é uma nova versão do clássico criado pelos irmãos Grimm, só que dessa vez com tecnologia 3D de última geração.

“Enrolados” estreia nesta quarta-feira nos Estados Unidos, aproveitando o fim de semana prolongado pelo Dia de Ação de Graças no país. No Brasil a estreia está programada para janeiro.

O desenho é a mais recente obra cinematográfica protagonizada por uma princesa do estúdio de Mickey Mouse, que chega aos cinemas americanos um ano depois do primeiro longa-metragem de animação estrelado por uma princesa negra, “A Princesa e o Sapo”.

Este ano, a Disney retoma o conto da jovem de longos cabelos louros e olhos claros, mas, dessa vez, entrando um pouco no terreno de irreverência da Dreamworks (“Shrek”) e da excelência narrativa da Pixar (“Toy Story”, “UP – Altas Aventuras”).

“Adoramos nossas raízes e o legado dos clássicos da Disney”, explicou à AFP Nathan Greno, co-diretor do filme com Byron Howard. “Alguns de nossos filmes favoritos são os que a Disney fez no passado. Por isto queríamos tanto retomar o melhor destes filmes e incluí-lo em ‘Enrolados’, mas sem voltar ao passado”, completou. “Nós somos ousados”, disse, “queríamos um filme à altura de ‘Cinderela’, ‘Dumbo’ e ‘Pinóquio’, mas dando algo novo ao público”.

O longa-metragem narra a emancipação de uma jovem princesa de cabelos mágicos, sequestrada quando bebê e mantida como refém durante 18 anos em uma torre por seu carrasco, que a cria como filha. Ela finalmente consegue escapar com a ajuda de um homem encantador para descobrir a vida real e o amor. “O coração do roteiro é a busca inicial de uma jovem que tenta encontrar a si mesma”, conta Greno.

A madrasta dos irmãos Grimm vira a vilã na versão da Disney: egoísta, possessiva, obcecada pela morte e mestre na chantagem emocional.
“Se você assiste aos melhores filmes do estúdio, todos têm um pano de fundo obscuro”, destaca Howard. “Cruella (de “101 dálmatas”, 1961) esquartejava cachorros para fazer casacos, uma coisa bastante ruim”.

Além das qualidades narrativas, “Enrolados” se beneficiou das técnicas mais recentes de animação. “O cabelo, na animação digital, geralmente é cortado e sequer chega aos ombros. Portanto era um pesadelo fazer com que o cabelo estivesse em contato com outras coisas”, explica Nathan Greno.

“O desafio era alcançar a semelhança perfeita com uma grande cabeleira”, explica Carlos Cabral, um dos animadores do filme.
Ele também destaca a animação dos rostos, com uma nova técnica capaz de proporcionar “uma ampla gama de expressões, das mais simples até as mais sutis, mas conservando as características da face decidida pelo diretor artístico”.

Uma técnica que também permitiu aos animadores dar aos personagens certas expressões dos atores que dublaram o filme: a cantora e atriz Mandy Moore (Rapunzel) e o ator Zachary Levi (Flynn Ryder).

“O que fazemos é sempre utilizar a imaginação”, declarou à AFP Zachary Levi (dos seriado “Chuck”), a voz de Flint, que rouba o coração de Rapunzel. “Pelo menos nos filmes de ficção existe muitas coisas reais que nos ajudam a construir um mundo. Mas em uma animação é preciso inventar. É um verdadeiro desafio”, conclui.

Fonte: Veja

Cut&Paste | Torneio de Design Digital

23/11/2010

O Cut&Paste é um Torneio de Design Digital, uma batalha ao vivo de 2D, 3D e Motion Design que acontece em 10 cidades do mundo todo. Os melhores designers de cada região se enfrentam diante do público e os vencedores de cada categoria vão para batalha final em NY. Esta é uma competição real de design, que coloca os competidores como centro das atenções e oferece ao público a experiência única de acompanhar todo processo criativo bem diante dos seus olhos.

Este ano o torneio vai além do palco. Palestras, workshops e uma série de atividades serão realizadas para compartilhar conhecimento e processos de como fazem e pensam algumas das mentes mais brilhantes da nossa comunidade artística e profissional.

Os competidores brasileiros já foram escolhidos: são 8 competidores para 2D, 4 competidores para 3D e 4 competidores para Motion.

O Cut&Paste São Paulo acontece neste sábado, dia 27 de novembro, na Rua Artur de Azevedo, 1 – Pinheiros.

A programação completa do evento você pode ver aqui e aqui.

Confira como garantir seu ingresso aqui.

E para mais informações, é só clicar aqui.

O vídeo abaixo explica direitinho como é feito o evento, e a sensação de presenciar tudo isso. Dá uma olhada:

Star Wars será relançado em 3-D

01/10/2010

Star Wars ganhará uma nova reestréia, desta vez tentando acompanhar a onda de filmes em 3-D. Cada filme levará cerca de um ano para ser convertido em 3-D e serão lançados um por ano.

O primeiro a ser visto nas telonas será Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma, o que mostra que os lançamentos acontecerão na ordem cronológica da saga, e não pela ordem que foram lançados no cinema.

Um dos motivos que certamente incentivou George Lucas a relançar os filmes é o crescimento da tecnologia dos televisores 3-D que vem ganhando espaço e se popularizando.

Dica: Omelete.com.br

“From your Playstation to your Screen”

09/09/2010

Resident evil 4: Recomeço chega aos cinemas no dia 17 de setembro e tenta acompanhar o sucesso dos últimos jogos eletrônicos da franquia.

Fugindo da linha do último lançamento cinematográfico do representante, Resident Evil – Degeneration, que foi dirigido por Makoto Kamiya e totalmente produzida em CGI(computação gráfica), Resident Evil 4 volta as origens com o diretor e roteirista Paul W. S. Anderson e promete levar a franquia ao mundo 3D, afinal foi filmado totalmente com essa tecnologia e abusaram de efeitos especiais e recursos tecnológicos.

O  filme conta com a ucraniana Milla Jovovich novamente no papel de Alice, além de Ali Larter, Wentworth Miller, Kim Coates, Spencer Locke, Boris Kodjoe e Shawn Roberts no elenco.

Na trama, Alice (Milla Jovovich) continua sua jornada em busca de sobreviventes da infestação. Uma pista promete um local seguro para todos, e ela segue a Los Angeles, mas quando chega lá descobre que a cidade está tomada por mortos-vivos – e Alice e seus aliados estão prestes a entrar em uma armadilha.

Meu Malvado Favorito

19/08/2010

Não é de hoje que as animações investem em personagens principais um pouco… diferentes! Ogros como príncipes encantados, leão narcisista, pinguins psicopatas, brinquedos metrossexuais. Agora temos um vilão como um ótimo pai,  e por que não?

Meu malvado favorito tem como personagem principal Gru, um vilão de coração mole. Seu sonho é ser o maior ladrão do mundo e, para isso, cria planos mirabolantes – como roubar a lua. Seu grande problema é que um vilão mais jovem está sob os holofotes após roubar uma das pirâmides do Egito, além de ter em mãos uma poderosa arma encolhedora, essencial para Gru realizar sua ambição lunática. Como parte do plano para pegar a tal arma, Gru adota três meninas órfãs e, sem querer, descobre-se um ótimo pai.

O humor trapalhão do filme fica por conta dos Minions (veja aqui o gerador de Minions), bajuladores de Gru. Eles são criatoras fofas e nada inteligentes que auxiliam o super-vilão em seus roubos.

Os efeitos em 3D são bem feitos, como nas sequências da montanha russa e do pouso da foguete no meio da cidade, além de entreter também nos créditos do filme, onde os Minions fazem peripécias para saltar além da tela, fazendo bom uso dessa tecnologia.

Veja o trailer: