Archive for abril \28\UTC 2010

Como a SAP integrou SEM com as mídias sociais

28/04/2010

Em entrevista a Econsultancy, Crispin Sheridan, Diretor de SEM da SAP,  contou um pouco sobre a estratégia da empresa para mídias sociais.

Segundo ele, a SAP já contava com uma equipe de SEO e já havia incrementado seus resultados provenientes de mecanismos de busca, porém eles enxergaram uma nova oportunidade. Por causa do buzz gerado pelas mídias sociais, muitos setores da empresa se perguntavam sobre a aplicabilidade delas dentro do seu negócio. Ao decidirem por uma mini auditoria para verificarem a abrangência da marca SAP na internet puderam observar a grande quantidade de canais independentes que abordavam seus produtos e serviços, o mais impressionante era que nenhum deles era oficial.

A questão era: essas menções eram positivas, negativas ou neutras? Como a SAP poderia utilizar esses canais a seu favor?

A conclusão a que chegaram foi de que os comentários e menções eram positivos e que deveriam trabalhar os canais identificados para aumentar o tráfego para seu canal oficial e também as conversões. Tornar-se editor da fan Page, que já existia no Facebook foi a primeira estratégia. O objetivo era o crescimento da comunidade, que tinha em torno de 2 mil fãs, que daria a SAP uma amostragem com tamanho ideal, algo em torno de 15 mil.

Crispin conta que a tática usada nesse processo foi utilizar as palavras-chave de alto valor e volume que tinham ótimo desempenho no site SAP.com e inseri-las em postagens regulares no Facebook. No lançamento de novos produtos a equipe utilizou diversas palavras-chave usadas pelos clientes que foram levantadas em suas pesquisas de SEO. Com a certeza de que toda a movimentação destes players estava sendo captada pelo seu web analytics a SAP pode ver um aumento de 2,5 vezes (vindo de mídias sociais) do tráfego provenientes de buscas orgânicas.

Apesar desse aumento não ser tão alto ele foi extremamente significativo. Isso porque a qualidade do tráfego era maior. As taxas de conversão eram significativamente superiores que aquela provinda de buscas convencionais. O que a SAP pode perceber é que estes players eram mais engajados, tinham um maior poder de decisão sobre a compra e comportamento bem distinto dos demais players que chegavam ao site.

Com o crescimento de sua participação online a empresa enxerga uma diminuição do volume de seu tráfego, porém um aumento na qualidade de seus players, ou seja, geração de lead com muito mais eficácia.

Veja a entrevista original : Econsultancy

Google anuncia mudanças no Adwords

26/04/2010

A Google anunciou hoje, em seu blog, mudanças no Adwords. O objetivo dessas mudanças seria fortalecer o relacionamento com as agências de marketing e propaganda. O programa Google Advertising Professionals será aposentado, dando lugar a uma nova certificação.

Com essa nova certificação o Google pretende oferecer mais treinamento e subsídios para que as agências entendam melhor as recentes e contínuas transformações em search marketing e Adwords.


Quer ver a matéria em inglês?

Coca-cola ao quadrado

23/04/2010

O designer Andrew Kim resolveu criar uma alternativa para minimizar a pegada ecológica da Coca-cola. Se você pensou em mudanças na produção ou fabricação do produto, errou. Ele quer mudar a embalagem das tradicionais garrafas para um modelo quadrado.

Andrew Kim é estudante e o produto foi desenhado como seu projeto para a faculdade. Segundo ele a nova garrafa tem a tampa 25% menor, ocupa um espaço 27% menor por causa do encaixe das garrafas, é 65% mais fácil de amassar e de armazenar depois de consumida. A garrafa é também 100% produzida com subprodutos da cana de açúcar.

A garrafa da Coca-cola é uma de suas marcas registradas, mas quem sabe o radar da Coca capta essa idéia e faz dela mais uma de suas ações verdes.

Fontes de inspiração

20/04/2010

Na criação de uma logo não é preciso dizer o quão importante é o papel das cores, forma, espaços e design. Sendo assim, escolher a fonte perfeita, aquela que vai traduzir tudo o que a peça precisa, é tão importante quanto a somatória dos outros fatores.

Há um consenso entre designers e criativos que uma fonte gratuita não tem a qualidade almejada e que manchariam a honra de qualquer boa logo. A realidade não é bem essa. Só falta procurar um pouco para encontrar um monte de novos artistas e designers dispostos a dividir com você a sua última criação.

Foi assim que encontrei essa coleção de fontes incríveis feita pela Creative Nerds

Dá uma olhada, quem sabe uma dessas fontes não é a inspiração que você precisava.